Retina POP

No liquidificador, a cultura POP

Hot Chip – Made in the Dark *****

Estar na aula de Pesquisa de Mercado e não entender nada é motivo para: escrever uma resenha – afinal estamos num curso de jornalismo. Pois lá vamos nós. Às vezes eu tenho a impressão de ser um dos poucos que ainda escutam um álbum do primeiro acorde ao último. A internet deu um upgrade no conceito de singles e, graças ao Soulseek baixamos somente “aquela” faixa. Uma tremenda tolice leitores… O disco novo do Hot Chip (uma banda eletrônica de nerds, mas não necessariamente SÓ pra nerds) engrossa e confirma meu parágrafo. Clique no play.

O PROFESSOR FILOSOFA SOBRE O DINHEIRO… – E o vocalista do Hot Chip convida para um jogo chamado “Sons do Estúdio”. Uma batida (funk?) sustenta todas as formas de utilização de um sintetizador – tenha um bom fone! “Valorize o dinheiro, não o adore” Foi o que consegui ouvir de forma abafada.

FALANDO SOBRE A HÉRNIA DE DISCO – Provavelmente o professor (não, não ele “não tem idade para ver menino com menino) ouviu Ready for the Floor e dançou all night long. Como se emocionar com uma canção que te convoca para a pista? Um refrão delicado e pop. Na sala alguém se levanta. “You´re my number one guy…!”

UM EXEMPLO SOBRE MOTIVAÇÃO – “A IBM tem 85% do mercado mundial de mainframe” Uma voz robótica? Bendable Possible… Uma guitarrinha. Palminhas soul. A alma robótica. Alma…

PAUSA PARA SUSPIRAR – We´re Looking for a Lot of Love. Quem não está? Pense num assovio inspirado por algum affair. Numa bela canção nerd de amor…

ALGUÉM AQUI LÊ MANUAL DE INSTRUÇÃO? – Touch Too Much. Made in the Dark (neo-soul desgraçado!). One Pure Tought (o que eu estou fazendo nesta sala de aula enquanto gênios criam refrões como este?) Professor eu nem leio mais encartes de CDS!

O EX-ALUNO NERD – Cogita em largar a função. Mas a menina bonita da sala surge com um novíssimo NEXTEL. Ele quer aprender todas as funções. No Ipod, guitarras se confundem com barulhinhos minimalistas, guitarras abafadas e um vocal melódico. Don´t Dance, Don´t Dance…

PESQUISAS AFINS REALIZADAS – Hot Chip não é uma banda para muitos. Made in the Dark soa  fruto daquela pesquisa de mercado minunciosa. Os analistas de mercado constatam: “Dupliquem a fórmula do disco anterior, apostem em refrões redondos, ressaltem o lado-nerd-que-tem-alma (a soul music é uma bela ponte!) e conquistem por fim, as tediosas salas de aula.”

No comments yet»

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: