Retina POP

No liquidificador, a cultura POP

The OC – Terceira Temporada ***

Foram 1087 minutos – e assim termino mais uma temporada do fenômeno POP do verão retrasado: The OC. Em Newport acontecimentos bizarros não tiram férias, e os roteiristas mais uma vez apelaram para várias artimanhas para recuperar o pique da história (terrivelmente prejudicado pela falta de sal do ano anterior).

As mudanças: Julie Cooper está pobre, Marissa (pra variar….) cheia de traumas por quase matar o irmão do Ryan – que agora luta contra sua natureza violenta. Seth e Summer ganham a responsabilidade de serem os heróis da história enquanto Sandy herda o legado de escandâlos de Caleb Nichol assumindo a liderança do Newport Group. Novos personagens entram na história, mas nenhum deles (com exceção da Taylor) chegam a ser marcantes já que são terrivelmente desenvolvidos e interpretados.

Comparada com a season anterior, esta última ganha nos diálogos (Seth Cohen mais uma vez tem sua parcela de culpa, neste “padrão de qualidade”). Um outro detalhe legal, é a reação menos trágica dos personagens em relação aos conflitos propostos – claro que Miss Coop não se aplica aqui. Empobrecer Julie, se não é uma idéia genial, ao menos proporciona boas gargalhadas. Summer vira a mocinha da história (assista a primeira temporada e não reconheça aquela little bitch). Todos os personagens (seja fumando maconha, catalizando a raiva num saco de pancadas, bebendo…) acabam amadurecendo.

Infelizmente (e este acaba sendo o mal de quase todo o seriado televisivo) não podemos escapar dos famosos episódios “enche-linguiça” e um especialmente aqui é irritante: “A Viagem” – o argumento: Ryan viaja com a “pegada-morena-da-vez” para reclamar meses de pensão de um personagem (Jonny, insuportável) morto. (!) Outro problema é deixar Kirsten como coadjuvante mesmo com todo o potencial pós-rehab pedindo para ser explorado. OC acaba suavizando os temas sérios.

Enfim, não dá pra exigir muito de uma série teen mesmo (já encomendei House e Desperate Housewives com meus fornecedores). Muitas coisas ocorreram debaixo do sol da California e o final aqui, acaba sendo um anti-clímax que revoltou os fãs e resultou numa das causas do cancelamento da série – a quarta temporada é a última. Já me alertaram quanto à chatice dela, mas como já sou quase um big broher de Newport… preciso descobrir o que acontece com Ryan e Cia. So…

Califoooornia, Califooornia!

2 Comentários»

  Elaine wrote @

Eu vivo cantarolando essa musiquinha pra atormentar a Sophia! Agora que vc está contextualizado, vou poder te atormentar também.
E eu quase não faço isso, né?
Assim é que eu gosto: compriiiido e cheio de considerações…haha
Adoro vc, meu bocó predileto!
bjs

  Marquinhos wrote @

Fornecedores é ótimo!!! o Jhonny foi insuportavel mesmo e a kirsten foi desperdiçada o que é uma pena já que ela é ótima.Julie é um ícone,ela está sempre interessante seja ela pobre ou rica.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: